18,3 Milhões por pagar à GEBALIS,EMM

A empresa que gere os bairros municipais de Lisboa (Gebalis) acumulou até esta segunda-feira 18,3 milhões de euros de rendas por pagar, segundo dados recolhidos pelo pelouro da Habitação, liderado pela vereadora Helena Roseta.

De acordo com estes números, hoje disponibilizados aos vereadores durante a reunião de câmara e a que a Lusa teve acesso, no final de abril mais de 10 mil famílias deviam rendas à Gebalis, que gere um total de 23 399 fogos.

Os bairros com maior volume de dívidas acumuladas, em termos absolutos, são a Alta de Lisboa (Lumiar), a Boavista (Benfica), Padre Cruz (Carnide) Flamenga e Armador (Marvila) e o bairro do Casal dos Machados (Olivais).

Quando se analisa o peso relativo das dívidas face ao número de famílias do bairro a maior percentagem ocorre no Bairro Eduardo Bairrada (Ajuda), com quase metade (47,7 por cento) das famílias com rendas em atraso.

Do total de 23 399 fogos geridos pela Gebalis, 22 299 têm contratos ativos, 21 844 dos quais em cedência precária, 78 com renda apoiada e 377 com outro tipo de contrato.

A autarquia aprovou em fevereiro duas propostas de criar grupos de trabalho para apresentar uma proposta de metodologia para aplicar a renda apoiada aos bairros municipais e propor dois projetos de regulamento, um sobre gestão social e patrimonial do parque habitacional e outro sobre critérios de realojamento.

Entretanto, o pelouro de habitação tem vindo a reunir com os moradores dos bairros municipais para ouvir as suas preocupações antes de levar tais propostas à Câmara Municipal.

Decorreram até hoje seis reuniões que abrangeram moradores de diversos bairros municipais e estão ainda agendadas outras seis.

De acordo com os dados recolhidos pelo pelouro da Habitação, os principais problemas apontados pelos moradores são reclamações sobre falta de segurança e más relações de vizinhança, reclamações sobre obras em fogos municipais (em especial problemas com elevadores e humidade nas casas), protestos quanto à lei da renda apoiada, dificuldade de pagamento de rendas e fogos vazios por atribuir nos bairros municipais.

(Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico)

Com Lusa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: