Tesouros do Lumiar – Bairro da Cruz Vermelha

A denominação “Bairro da Cruz Vermelha do Lumiar” deve-se ao facto de ter sido a Cruz Vermelha Portuguesa a liderar a operação de povoamento e urbanização desta zona. Por isso, e sob proposta do então Presidente da edilidade de Lisboa, General França Borges, seleccionou-se o referido nome.

 A escolha do nome deveu-se a Maria Margarida, que propôs o nome “Bairro da Cruz Vermelha”, ao Presidente da Cruz Vermelha Portuguesa, general Costa Macedo, tendo este concordado.

 No discurso da inauguração oficial do Bairro em 13 de Dezembro de 1966, o Presidente da Câmara Municipal de Lisboa a terminar declarou: “Aqui, neste Bairro, está o espelho da cidade, da sua própria alma, uma alma em que há o bem e o mal, em que um ou outro domina. Aqui está a vitória de toda a beleza moral. Por isso mesmo, não é a Câmara que tem de receber agradecimentos. É a Câmara que tem de agradecer. Somos nós, a cidade, os homens da administração da cidade, que temos de dirigir-lhes, em plena rua, sob o céu azul, o sinal de gratidão, pelo bem que fizeram, por todo o bem que fazem, pelo bem que deram à cidade, através desta obra que é um verdadeiro exemplo e uma admirável lição”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: