Casas precárias com vista para a Alta de Lisboa

 

 

 

 

 

 

 

Mário Cruz/Lusa 

No bairro da Cruz Vermelha há 15 pessoas a viver em condições difíceis

02 Dezembro 2009

Quatro famílias estão em risco

Casas precárias com vista para a Alta de Lisboa

À entrada do Bairro da Cruz Vermelha, no Lumiar (Lisboa), vivem quatro famílias em casas à beira da ruína: a água escorre pelas paredes, há tectos seguros com barrotes e quem chame casa de banho a um buraco no pátio.

Lurdes Fialho vive numa das casas há 50 anos e salienta que a habitação de três divisões acanhadas, onde criou três filhos, já foi “muito jeitosinha”. “Este senhorio comprou a casa há quase 30 anos e nunca fez obras. Isto foi-se degradando e agora durmo à espera que o tecto me caia em cima”, refere a mulher de 69 anos.

Lurdes partilha a casa com o filho mais novo e a companheira, ambos a viver num quarto improvisado no sótão, para onde se entra através de um buraco aberto no tecto. A vereadora da autarquia com o pelouro da Habitação, Helena Roseta, conhece a situação, mas ainda não tem solução.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: